Luto Morte Pedro Saudade Tristeza

Véspera de Natal e dia de Natal 2019

Na noite de 24 a tua madrinha e tia preparou-nos a ceia de Natal.

Dedicou-se de corpo e alma em nos receber e cozinhou tudo com imenso amor.

Agradeço-lhe, porque confesso que não teria força suficiente para tal.

Quando chegámos em sua casa, já tinha tudo praticamente preparado para todos nós.

Terias gostado filhote, porque tudo estava delicioso.

Eu sei!

Eu sei que tenho de reagir mesmo vivendo triste.

Eu sei que devo ter atenção aos que me rodeiam, mas e eu?

Eu tambem quero ter direito aos meus estados de espírito.

Por  exemplo.

Conforme eu já referi anteriormente eu gostaria de passar este dia no meu canto, sem ter que falar com ninguém, mas acabei por fazer ainda uma viagem depois de ter estado a trabalhar desde as 06 da manhã.

Estou cansada.

Estou dorida.

Estou com sono.

Hoje não tenho mesmo vontade de rir, nem de falar sequer.

Mas mais uma vez, coloco a vontade dos outros à frente da minha.

Mas não me peçam para fazer fretes.

Fretes não faço!

Sei que não estou sendo a melhor companhia, mas irei tentar.

Que me desculpem os demais que me rodeiam se eu não conseguir. Mas eu tentei.

Estou a tentar.

Dia de Natal

O Natal em todo o mundo é celebrado, mas não é celebrado por todos.

Porque nem todos dispõe de uma casa, de uma familia, de comida na mesa, de saúde, de amor, de todos na mesa.

Muitos choram a falta de alguém ao seu lado, isto porque não é só á mesa que se sente a falta de alguém.

Hoje existem pessoas tristes em todo o mundo, mesmo apesar de ser Natal.

A morte ou outro qualquer infortúnio não reconhece nenhuma data especial, seja ela um aniversário, um Natal, um ano novo, uma Páscoa, uma data comemorativa qualquer.

A morte não se preocupa com o arrebatar desses entes amados de nossas vidas, seja em que época for.

Ontem chorei!

Ontem isolei-me!

Ontem dei-me conta que no local onde passo imensas horas por dia, que vejo o maldito prédio que o meu filho escolheu para terminar a sua vida.

Foram vários os momentos em que fiquei perdida num vazio só a olhar para aquele inferno, ao ponto da minha colega Rosalina me dizer para não olhar para lá.

Dei-me conta que era impossível, porque o meu olhar desvia-se para lá.  É como se houvesse um íman me dizendo:

Foi aqui! Foi aqui que tudo o que bastava para seres 100% completa e feliz terminou.

Por isso sim!

Passei o dia triste e estarei durante todos os dias da minha vida, porque um sorriso ou uma gargalhada não simboliza felicidade.

Apesar de todos os votos de Feliz Natal que recebi e retribui com um simples “Boas Festas”, sei que existem espalhados por o mundo inteiro mais pessoas como eu. Que se sentem tristes e agoniadas, pelo simples facto de se sentirem humanas.

Com um abraço sentido a todos os que se sentem como eu, sem máscaras.

A mãe do meu filho tem asas.

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

2 Comments

  1. Ontem eu estava apavorada, primeiro natal,sem meu Alanzinho, então fiquei em casa deitada, chorando, desesperada mesmo,aí tomei um remédio e dormir, acordei fiz de conta que não existia natal,

  2. MARIA ZELIA LOPES DE SOUZA says:

    Eu também aconteceu assim comigo ,e ainda estou ,piorei muito neste natal e agora estou desesperada pensando na virada do ano. Meu Deus como está doendo não estou conseguindo me controlar ,angustiada ,tremendo ,sem rumo ,se tiver alguma dica para a virada sem fogos por favor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *