Saudade

Vejo-te com o coração

Se eu olhar com o coração consigo ver-te a jogar futebol aqui mesmo no campo perto de nossa casa. Consigo ver-te a chegar com a bola debaixo da tua asa e a sorrires para mim.
Consigo ouvir a tua gargalhada enquanto me ganhas naquele jogo de basketball que fizemos com o pai e o mano David.
Quando olho para o cimo da rua vejo-te chegar com a mala e o saco desportivo onde eu páro e partilho um sorriso envolto de uma palavra e um beijo no teu rosto.
Se olhar com atenção consigo ver-te a mergulhar na piscina e a fazer o que tanto gostavas, brincar com a água.
A tua presença na sala enquanto leio um livro e tu vês a tua série favorita Friends.
Quando entro na cozinha vejo-te a comer a tua taça de cereais ou a lavares a loiça no final da tarde com aquele teu sorriso que só tu tinhas, dizendos-me “mãe sei que só estou a fazer agora 😉 mas não me esqueci”.
Se entro no wc encontro-te lá e digo-te…”filhote não passes aí tanto tempo que isso não te faz bem” ao qual me respondes…”mãe já estou a sair”.
Amargura-me o pensamento e o meu coração sangra, quando te questiono se estás bem, e tu respondes…”sim Mãe estou, só estou cansado”. Se soubesses o trauma que essa fala me deixou…não suporto mais ouvi-la da boca de ninguém.
Ainda te vejo da porta do teu quarto quando vestes uma camisa e me perguntas…”Mãe gostas? Fico bem?” Tu és lindo meu filho e ganhaste o dom e a maldição de ficares para sempre assim.
Lindo, jovem, com a barba ainda mal semeada, um cabelo branco do lado direito, marcas no corpo das tuas aventuras, um corpo perfeito.
Amo-te tanto Pedrocas que hoje falta-me o ar sequer para andar. 💙😭

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *