Saudade

Vamos brincar ao faz de conta

Vamos brincar ao faz de conta como tantas vezes fiz contigo quando eras pequenino.

Mas desta vez sou eu quem conduz a brincadeira e não tu.

Vou escrever-te uma carta, uma carta como tantas outras que já te escrevi, mas esta será diferente.

Será uma carta onde eu te dou o dom de realizares todos os teus sonhos.

Pronto? Vamos lá!

Estou orgulhosa de ti meu amor!

Tiraste a tua carta de condução que tanto querias.

Preparaste-te extraordinariamente para o exame de matemática e biologia.

Passaste com êxito!

Parabéns meu querido. Concorreste e entraste na universidade na área de Desporto!

Ainda guardo o folheto na porta do frigorífico desde que lá foi colocado por ti.

Politécnico de Setúbal!

No futebol és o melhor guarda-redes do clube onde sempre quiseste vir a jogar.

O Sporting!

Nem querias tu acreditar que terias na tua frente o Rui Patrício.

Pediste para com ele tirar uma foto e prometeste a ti mesmo que ficarias um dia mais tarde no seu lugar. Mais uma vez meu amor, orgulhosa de ti eu estou!

Tiraste o teu curso de desporto e estudaste para ser mais tarde um bom treinador no futebol, assim, quando a tua carreira de guarda-redes terminasse, continuarias no sonho que comandava a tua vida.

Namoraste e casaste. Compraste a casa e o carro dos teus sonhos.

Viajaste por lugares maravilhosos de encantar e de todos eles trazias histórias de me emocionar.

Eu era tão feliz por te ver feliz meu amor!

Foste Pai!

Nasceu-te uma menina!

Deste-lhe o nome de Inês, era um nome do qual tu sempre gostaste muito.

Os anos foram passando e resolveste com a tua querida esposa terem mais um bebé.

Desta vez um menino, a quem deste o nome de Daniel.

Tão parecido contigo que ele é.

Tu e a tua esposa eram muito unidos e o vosso amor perdurou até ao fim dos teus dias.

A história não acaba aqui…Espera só mais um pouquinho por favor.

Eis que o futuro chegou e com ele os teus netos.

Amavas todas as crianças e os teus então, derretia o coração só de ver.

Nunca deixaste que nada faltasse à tua família e eras orgulhoso de todos eles.

De nós teus pais, e dos teus irmãos sempre nos quiseste por perto e cuidaste de nós até ao nosso último dia!

Sou-te grata porque os meus netos e bisnetos ainda pude ver em vida.

Eu parti, e o teu pai mais tarde depois de mim. E em outro plano, pude ver que tu viveste a tua vida com paixão e empenho como sempre desejaste e nós te ensinámos.

Este era o meu sonho Pedro, para ti!

Que realizasses todos os teus sonhos até aqui.

Como eu desejava que esta carta pudesse ser redigida com a mesma força que te empenhavas na vida.

Mas algo aconteceu, algo te mudou, algo te entristeceu e a nossa brincadeira acabou.

Amo-te e amar-te-ei eternamente Pedrocas minha Rocha.

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *