Grupo de Luto para pais e mães Luto Morte Pais Pedro

Obrigada

11 de Janeiro é o dia Internacional do Obrigado

E é por esta razão que venho por este meio agradecer a oportunidade que nos foi dada ao podermos reunir o grupo de Luto para pais e mães do concelho de Alenquer na Sociedade União Musical Alenquerense. Situada junto à antiga fábrica da Chemina em Alenquer.

Obrigada à Direcção da SUMA e em especial ao Srº Presidente José Cipriano pela delicadeza do gesto.

Obrigada ao Paulo Matias e à querida Maria João Graça que tornaram esta ligação possível.

Deste modo Obrigada a todos em nome do Grupo de Luto para pais e mães do concelho de Alenquer.

Este passo é importante para todos os pais que sofrem com a perda de um filho ou de uma filha.

Será um lugar onde não haverá recriminações, julgamentos, nem cobranças, onde poderemos ser as mães e os pais de nossos filhos que partiram na grande viagem.

Não pretendo que seja um local onde estejamos em constante agonia, mas sim envoltas de serenidade, compaixão e amor. Aqui iremos poder partilhar sorrisos, histórias, características de nossos filhos que o destino de uma forma ou de outra levou para longe de nós.

Com este grupo de luto espero conseguir levar conforto ao coração de quem precisa, com o objectivo de uma partilha de vida, sentimentos e memorias, mantendo sempre acesa a chama da vida em nossos corações.

Se és alguém que sofre calada ou calado por não ter ninguém a quem falar sobre a perda do teu filho ou filha, este grupo está sendo criado para si.

Será respeitado integralmente e a sua partilha confidencial, os seus sentimentos serão respeitados em absoluto.

Os encontros irão ocorrer quinzenalmente às sextas feiras pelas 21 horas.

Posso partilhar convosco que quando a 31 de Agosto fiz o primeiro encontro no Parque Tejo que fica no Parque das Nações, viemos de lá todos os que participaram, mais ricos e calmos, tivemos tempo para tudo. Foi uma experiência enriquecedora em todo o processo do luto que é exigente e longo.

Obrigada a todos que me acompanham nesta luta diária.
Obrigada a todos os que me lêem, onde encontram conforto nas minhas palavras.
Obrigada a todos os que me agradecem os alertas e o entendimento de todo o sentimento envolvente que faz parte de todo o processo do luto.
Obrigada a todos os que nutrem de empatia pela minha dor.
Obrigada a todos os que me amam.
Obrigada a todos os que não desistem de viver mesmo que a palavra fim esteja presente nas suas mentes todos os dias.
Obrigada a todos pela vossa importância na minha vida.

A mãe do meu filho tem asas

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *