Amor Gratidão Luto Morte Pedro Saudade Tristeza

O sonho de hoje contigo

É um reerguer e um decair,  é um decair e reerguer e assim levo os meus dias.

Dias em que me sinto tranquila e dias em que é uma avalanche de sentimentos que nem sei bem explicar. Chega a ser mesmo difícil colocar no papel.

Ontem terminei de ler o teu caderno. Não irei falar dele, pelo menos não para já.

Digamos que consegui sentir felicidade, uma tremenda tristeza, revolta e muito amor em tudo o que lá escreveste.

Fui para a cama tarde, para ver se conseguia descansar um pouco mais do que o habitual, mas isso não me foi possível mais uma vez.

Antes mesmo de tentar adormecer, acendo-te uma vela e elevando a minha mente, pedi-te novamente que viesses ter comigo num sonho e pudéssemos falar.

Tu apareceste!

Estavas lindo, eras tu mesmo ali na minha frente. Obrigada filhote por teres vindo falar comigo.

Não sei se estivemos muito ou pouco tempo juntos, porém sei que saíste do meu sonho aborrecido comigo. As minhas questões acerca do porquê me teres deixado, fizeram-te aborrecer.

Lembro-me de me dizeres:

“Mãe, não há uma explicação para o motivo. Tenta aceitar a minha decisão.”

E deixaste-me ali ficar.

“Pedro volta! Fala comigo”. E tu afastando-te  cada vez mais, só me dizias…

“Mãe, tenta aceitar. Desculpa-me.”

Acordei amargurada, com uma sensação insaciada de não ter tido tempo nenhum para estarmos juntos.

A minha mente naquele preciso momento é invadida por uma canção:

Olly Murs e Demi lovato – Up.

Rendi-me novamente meu amor. Desde as 05:30 acordada às voltas na cama e aqui estou eu no patamar da nossa casa a escrever-te.

Amo-te muito mais do que ontem e muito menos do que amanhã.

Com saudade,

A mãe do meu filho tem asas.

Foto de Rute Reis Figuinha

 

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *