Sociedade

Liberdade porra nenhuma!

Hoje por todo o lado ouvimos e lemos a palavra liberdade!
Mas permitam-me a questão…
Qual de vocês sois verdadeiramente livres?
Livres de preconceitos.
Livres de sofrimento.
Livres de forma a viverem a vossa vida conforme tanto ambicionam.
Quem?
Qual de vocês acredita mesmo que a liberdade é um direito do ser humano?
Qual de vocês respeita na integra este verdadeiro sentimento?
Quantos de vocês vivem amargurados e presos aos vossos medos?
Quantos de vocês vivem presos às memórias?
Quantos de vocês vivem oprimidos pelo verdadeiro sentimento de injustiça perante a liberdade que tanto almejam?
Que palavra é esta que é mais prisioneira do que qualquer outra no nosso quotidiano.
Liberdade!
Onde está ela?
Quando vocês não encontram ninguém que vos respeite como seres castigados pela sociedade que vos rodeia.
Quando criticam as vossas ações.
Quando vos oprimem.
Quando vos aprisionam, quando pedem ajuda para serem salvos, das agressões, das violações dos direitos do ser humano.
Onde está a vossa liberdade quando o criminoso que vos fez tanto mal, fica em liberdade somente com uma ordem de restrição a estar mesmo do vosso lado?
Onde está a liberdade, quando vocês se expressam e são postos de parte.
Chamam-vos de loucos!
Chamam-vos de deficientes!
Chamam-vos de bichos!
De lixo, de parasitas.
Que liberdade é esta?
Onde ficam os direitos de todos os seres humanos?
No papel?
E na vida?
Desculpem a minha reflexão, mas não vejo liberdade nenhuma, a não ser no poder que os ricos têm em roubarem e ficarem impunes.
Não vejo liberdade nenhuma a não ser nos agressores em continuarem agredindo as suas esposas e filhos até ao momento em que o pior acontece. Em que um deles, paga caro com a sua privação de viver.
Liberdade???
Liberdade uma porra!
Nem a liberdade de expressão se têm verdadeiramente.
Quantos jornalistas são silênciados?
Suas carreiras congeladas.
Porque ousaram usar a sua liberdade das palavras.
Onde está a liberdade em todas as mães que têm medo de falar abertamente sobre os seus filhos que partiram?
Onde está a liberdade de uma mãe poder visitar a campa do seu amor, sem ser perseguida?
Onde está a liberdade em todos estes momentos que ajudam todos estes seres humanos a manterem-se equilibrados na agonia?
Liberdade?
Liberdade porra nenhuma!
A sociedade é sim Inquisidora.
Onde julga em praça pública todas as ações que advém da palavra que julgamos ser de todos, e no entanto estamos imensamente enganados.
A liberdade é só para alguns!

– Rute Reis Figuinha –

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *