Saudade

Depois de tu partires

Depois de tu partires não há mais depois.
Há o agora e somente o agora.
Vivo a saudade que ficou de nós dois e mais nada.
A luz do teu olhar que ficou imortalizada nas fotografias que tiravas e nos videos que filmavas.
A mesma luz que já não reflete no meu olhar e deixa-me aqui a pensar como será agora.
Todos os dias a mesma imagem me assalta ao pensamento. O teu corpo ali deitado já sem vida, com um olhar preso no infinito, um infinito que não tem mais retorno.
Hoje quando olho as tuas fotos onde dormes, ja não gosto delas. Parece que revivo vezes sem conta aquele horrivel dia. Passares por mim inconsciente e para sempre ficares a dormir como tanto viemos a descobrir que querias. Mas não sabias que íria ser assim pois não?
Ausente de tudo e de todos, sem nos poderes beijar, abraçar, ou dizer o quanto nos amas.
Não sabias que o preço seria tão alto pois não meu amor.
Se ainda não tens noção, eu digo-te o quão difícil é Pedrocas.
Imagina-te dentro de uma caixa sem entradas de ar e quereres respirar e não te ser possivel devido à falta de oxigénio. E o teu corpo???
Cansado de buscar ar com todos os poros da pele e com todos os recursos que é permitido ao corpo humano antes de sufocar.
Queres saber o quão difícil é viver sem ti???
Imagina-te num imenso mar, onde o teu corpo permanece à deriva durante horas e as forças começam a faltar. E ja não tens mais esperança que algum milagre aconteça e tu sejas salvo. Termina o instinto de sobrevivência, finda o pensamento de esperança e tudo passa a escuridão.
Eu não quero isto para ti!
Não quero isto para ninguém!!
Volta atrás no tempo e altera o percurso da tua história meu amor.
Não dizem que Deus tudo pode??
Então pede-lhe o impossível e volta amor!!
Volta a fazer parte das nossas vidas por favor.
Tu eras tão importante para mim, para o pai e tão precioso para os manos.
Como foste capaz??
Capaz de nos magoares a todos assim tanto?
Não consigo aceitar,
Não consigo entender,
Está para lá do meu raciocínio lógico e não percebo como é que um filho que nos diz que nos ama em qualquer momento termina a sua história com um trágico desfecho.
Amar não é desistir!
Amar é permanecer ao lado de quem amamos e nos ama e viver.
Viver as vitórias, viver as derrotas, festejar os sucessos e os insucessos, porque são nesses pequenos detalhes que construímos a nossa história.
Porquê meu amor???
Porque me abandonaste?
Porque abandonaste a vida e os teus sonhos?
Talvez só compreenda se eu passar pelo teu caminho, calçar as tuas sandálias e sentir o teu desespero, mas eu não quero filho.
Eu escolho a vida e escolho viver.
Não quero experiênciar a tua dor, experêncio a minha ate ao resto da minha vida, esta dor que me sufoca e me deixa paralizada no tempo dentro daquela caixa que te falei à pouco e submersa no imenso mar.
É isto que eu sinto por ter um filho que abandonou a vontade de viver.
É este o preço tão alto que tu pagaste com a morte e eu pago com a vida aqui sem ti.

Amo-te e amar-te-ei eternamente. 💙

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *