Saudade

A Saudade

A saudade não se guarda,
A saudade não se apaga,
A saudade aumenta cada dia que passa sem pedir licença.
A saudade transforma a minha alma em pequenos fragmentos que jamais ficarão unidos de novo.
O que os unia eras tu como complemento com os teus manos.
Vocês três eram o meu oxigênio.
Há alturas que ainda não consigo acreditar que isto é real, que o Pedro morreu mesmo e que nunca mais vou ve-lo aqui no plano terrestre.
Acredito que um dia vamos voltar a estar juntos, mas somente quando chegar a minha hora meu amor. E muito sinceramente espero que demore muitos anos a chegar esse momento, porque eu escolho a vida!
Tenho cá os teus irmãos que precisam de mim quanto eu preciso deles, lembras-te?
Éramos uma equipa de cinco.
Não quero vestir a pele de “Coitadinha ” porque me considero uma pessoa cheia de garra e com muita força.
É como tenho vindo a dizer ao longo destes 42 anos de existência.
Vivo pela minha mãe Mitó e agora acrescento, vivo pelo meu filho Pedro.
Honrarei a tua essência, o que eras para os outros que de alguma forma aprendeste comigo.
Sempre te ensinámos a ser gentil e humilde e tu eras.
Amar-te-ei eternamente Pedrocas. 💙

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *