Saudade

A Morte não me serve!

A morte não me serve!
A morte não resolve nada!
A morte só alivia a nossa própria dor, mas deixa uma enorme dor em gente por nós amada.
Se estou triste devo pedir ajuda!
Se tenho problemas devo procurar solução,
se estou vivo a morte não me serve para nada!
Quando somos jovens queremos chegar à idade de adultos
porque pensamos que tudo vai melhorar!
Não!! Não!! Não!!
Três Nãos bem fortes e amargos!!! porque a morte não me serve para nada!
Quando somos jovens pensamos que levamos uma vida com o mundo às costas.
julgamos que não existem soluções para os nossos “grandes problemas”.
Enganas-te!!! Enganas-te!!! Enganas-te!!!
A morte não nos serve para nada!
Aproveitem a vida!
Sorriam! Divirtam-se!
Vivam! Vivam! Vivam!
Porque a morte não nos serve para nada!
A morte é um ponto final!
Não permitam a chegada do ponto final!
Escrevam uma história, vários capítulos, com e sem alegrias, conquistas e derrotas, amores e desamores!
Porque a morte meus caros amigos,
essa não nos serve para nada!
Não troquem uma festa no rosto, um abraço apertado, uma palavra de apreço, um amo-te muito, um gosto de ti ou um adoro-te. Um orgulho-me de ti ou um fica comigo para sempre.
porque a morte não nos serve para nada!
É uma paragem na tua história definitiva!
é a ausência de uma profissão, de um desporto, de um hobbie, de uma relação, do sorriso de um irmão, de um possível filho, de um possível neto, de uma possível família.
é a paragem definitiva de sonhos que desejas alcançar.
A felicidade não é uma constante na nossa vida, ela evolui com pequenos fragmentos que vais encontrando aqui e ali.
A morte meus amigos, não nos serve para nada,
Quando lerem este texto, agarrem-se à primeira pessoa que amarem e sintam, sintam o calor do corpo, o toque da pele, o cheiro do cabelo, o abraço apertado, o beijo molhado e sorriam juntos, dancem, cantem ou vejam simplesmente um filme ou uma série em conjunto e aproveitem porque se tem uns aos outros.
Deixem-se de tretas, de zangas e de discussões, aproveitem cada momento, cada instante que podem passar juntos.
Abracem os vossos pais, os vossos avós, os vossos amigos.
Pais beijem os vossos filhos e nunca deixem um amo-te para depois. depois já pode ser tarde demais.
Aproveitem cada momento mesmo que o dia tenha sido difícil.
Um abraço tudo cura e a morte tudo tira e essa não nos serve para nada.
Depois da morte só nos resta as lembranças e a saudade, e esta aumenta a cada instante que passa deixando uma marca para sempre em quem fica vivo e separado de quem parte.
Eu nunca pensei que aos meus 41 anos de idade me sentisse com o peso do mundo ás costas.
A ti meu amor só tenho de agradecer cada momento que me permitiste viver a teu lado nestes teus 18 anos e 364 dias.
Amar-te-ei para todo o sempre até a morte me colocar o ponto final. – Rute Reis Figuinha 07-06-2019

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *