Amor Pais Pedro Saudade Sociedade Tristeza

Ser mãe é tudo isto e muito mais!

Amei-te sem saber que podia.
Amei-te sem saber que te teria…
Amei-te na noite sombria que o meu coração padecia.
Amei-te sem saber quando, como ou porquê…

Amo- te sem me importar com o que resta.
Amo-te na medida que os grandes amores anseiam…
Amei-te na esperança de te ver crescer!
Amei-te na certeza de sempre te esperar!

Amar-te-ei até que o meu coração bata.
Amar-te-ei até que a minha alma dure.
Amar-te-ei até que o nosso amor termine!
Amar-te-ei na esperança que o Tempo para sempre dure!

Amei-te sempre sem esperar nada.
Amei-te e amar-te-ei para sempre mesmo que já não o possas partilhar comigo.
Isto é o amor.
Uma essência que perdura para além da bravura de qualquer mãe.
Porque uma mãe sempre luta, cuida, garreia, discute, renasce, para que possa ver o seu filho sempre bem.
Hoje, não te vejo mais.
Hoje não te tenho mais.
Hoje só te sinto, em cada brisa, em cada onda do mar, em cada particula da vida que me agracia no meu caminhar.
Se foi isto, que esperei vir um dia a viver?
Não de todo.
Mas o destino fez acontecer.
E o sonho de uma mãe tornou-se hoje em dia, num verdadeiro vazio por não te ter.
Mas uma mãe nunca desiste.
E eu não desisto de viver e sonhar por ti.
Amo-te meu filho.
Com saudade,
A tua mãe.
A mãe do meu filho tem asas.
– Rute Reis Figuinha –

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *