Luto Morte Pais Pedro Saudade Tristeza

7 meses sem ti

Todos estão em festa menos eu.

Eu não consigo.

Doi-me imenso a cabeça e o meu corpo não reage a nenhum estímulo.

O único que assaltou no presente momento foi o da escrita.

Só me sinto bem a falar contigo, mesmo com as lágrimas a caírem sem pedir licença.

7 meses Pedro!

7 meses sem te ter aqui ao pé de mim.

As pessoas não sabem nem sonham o que eu sinto.

Hoje mesmo alguém me cumprimentou e toda ela jubilava alegria. Eu sem vontade nenhuma  de falar fui sorrindo.

Quando sem um prévio aviso sou inundada com uma frase:

“É para estar feliz minha gente! Deus só leva para junto, os bons!” Eu tambem queria estar junto dele.” Concluiu.

Fui educada!

Sorri fiquei a pensar se teria ouvido bem, e sem dizer nada pensei somente.

“Gostaria de ver se fosse o teu filho no lugar do meu, para ver se pensarias do mesmo jeito. “

Meu Deus!

Que insolência nestas palavras!

As pessoas não sabem mesmo ficar caladas.

Digam-me se faz sentido por favor, ou se sou eu quem está errada.

Em seguida, quando o meu marido lhe diz que a achou um pouco abatida, a pessoa, responde:

“É! Acabei de entregar o meu filho ao pai e fiquei assim. Quando estou com o meu filho minha alegria está lá no topo, assim que fiquei sem ele, fiquei mais em baixo.”

Ok.ok.ok.

Estarei louca então???

Esta mãe que me diz que nós temos que reagir e estar felizes porque o nosso filho está com Deus, e o dela porque foi passar a noite de Natal com o pai, ela está triste.

Estarei louca??

Só posso estar!!!

Para achar esta mãe, que possa estar mais triste do que eu ou do que a minha familia.

Eu já nem quis estar mais ali!

Mas tive que ser mais uma vez educada e não responder.

A insolência daquelas palavras deixaram-me dormente e por isso escrevo-te meu amor.

Os momentos de horror assaltam-me à memória como avalanches que destroem tudo o que tocam.

Hoje deixem-me estar!

O momento é meu e tenho esse direito.

Amo-te Pedrocas

A mãe do meu filho tem asas.

Rute Reis Figuinha

O meu nome, Mãe.
Sou uma mãe de três filhos em que dois vivem comigo no plano terrestre e o mais velho de apenas 18 anos e 364 dias resolveu ir viver para o plano espiritual o resto da minha vida.
Somos uma família de cinco e seremos para todo o sempre.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *